Novidade! Conheça nossa Plataforma de Cursos Online Acessar

Como a tecnologia da Informação para saúde está ajudando a salvar vidas

Como a Tecnologia da Informação para saúde está ajudando a salvar vidas

Já não se discute mais se vale a pena investir em TI para saúde. Os benefícios da tecnologia para o segmento são inegáveis e, na prática, o que está em jogo é a decisão sobre quais recursos da Tecnologia da Informação serão empregados e de que forma eles se tornarão aliados da prática de gestão de clínicas médicas e hospitais, sempre com foco na otimização dos processos para beneficiar quem está na ponta da cadeia de atendimento: o paciente.

A verdade é que a tecnologia influencia praticamente todos os setores do século 21, desde as fases de pesquisa e desenvolvimento de produtos e serviços até a fabricação, logística de distribuição, protocolos de atendimento e todas as demais etapas envolvidas nesses processos.

A TI para saúde, entretanto, pode ter um impacto ainda mais significativo. A tecnologia da informação se refere ao uso de vários tipos de sistemas, como os ambientes informatizados e os de telecomunicações, para em termos gerais, armazenar, recuperar e enviar informações.

Esse tratamento aplicado aos dados relacionados ao segmento de saúde já tem benefícios comprovados e continua mostrando que, mais que uma tendência, trata-se de uma realidade definidora de qualidade. Isso porque, entre as principais vantagens estão o oferecimento de uma assistência médica aprimorada, redução de erros, custos mais baixos e atendimentos mais acessíveis.

Por que a TI para saúde é tão importante?

Considerando que o objetivo das clínicas, dos consultórios e dos hospitais é, em geral, melhorar a saúde da população por meio do atendimento, a tecnologia da informação age para qualificar esse atendimento. Isso se dá por meio de resultados práticos que podem ser percebidos já no curto prazo após os primeiros investimentos em TI.

Veja alguns dos principais benefícios:

  • Informações mais precisas e acessíveis: por meio de uma rede de dados informatizada, a TI para saúde auxilia na entrega de dados de maneira mais organizada. No dia a dia do atendimento médico, isso significa que informações sobre pacientes, como históricos de doenças, tratamentos prévios e controle das medicações prescritas, podem ser acessadas com mais agilidade e dinamismo, favorecendo um atendimento personalizado e baseado em evidências;
  • Suporte à tomada de decisão: o trabalho dos profissionais de saúde, além de ser uma área que exige muito conhecimento técnico, também demanda capacidade de tomar decisões rápidas. E quando se trata da saúde dos pacientes, não se pode contar com a intuição ou com percepções subjetivas. Por isso, a tecnologia da informação na área médica possibilita visões mais amplas sobre o atendimento, garantindo que cada decisão da equipe médica seja respaldada em dados técnicos e facilmente acionáveis;
  • Formação de redes de apoio para pacientes e profissionais: ao perceberem que a tecnologia é uma aliada no atendimento de saúde, tanto os profissionais que lidam com a vida e a morte todos os dias, quanto os pacientes que podem estar em situações delicadas em termos físicos e psicológicos, encontram uma espécie de rede de apoio social, visto que TI para saúde resulta em aumento da confiança e da segurança durante os atendimentos.

Confira soluções de tecnologia para a área da saúde

Como a tecnologia da informação pode salvar vidas

A TI para saúde vai muito além de simplesmente ter computadores para atividades básicas em clínicas e hospitais. A mera presença das ferramentas não significa, necessariamente, que boas estratégias de gestão estão sendo utilizadas. Quando a tecnologia da informação é levada a sério e se torna uma aliada nos atendimentos, o resultado mais latente e mais eficaz são as vidas que podem ser salvas todos os dias.

Só nos Estados Unidos, estima-se que, por ano, cerca de 44 mil mortes sejam atribuídas a erros clínicos no setor de saúde, de acordo com o Instituto Health Affairs. Essa estatística, embora assustadora, revela a importância de buscar a excelência por meio da tecnologia, já que nos números de óbitos decorrentes de erros estão inclusas as falhas de processamento que resultam em ruídos no fornecimento de tratamentos recomendados pelos médicos.

A utilização dos sistemas de tecnologia de informação permite acesso mais fácil e preciso às orientações explícitas de cuidado, evitando erros de processamento e aprimorando todas as etapas em nome da busca pela qualidade na assistência à saúde.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *